O crowdfunding tem se tornado um grande aliado de empresários de todos os setores para resolver o problema do aporte inicial. Muitas empresas, optam pelo crowdfunding (financiamento coletivo) após tomar conhecimento da burocracia em solicitar investimento financeiro ou até do mesmo ser negado por investidores anjo. Soma-se a isso as altas taxas de juros aplicadas no Brasil e grande burocracia exigida pelos bancos para liberar financiamento para projetos em fase inicial.

Em 2014, muitas startups e pequenas empresas lançaram campanhas de crowdfunding em plataformas do Brasil e do Mundo, como a campanha VeggieBox!. Principalmente empresas com produtos inovadores – o que, muitas vezes, caracteriza um negócio de risco para muitos investidores que acabam negando o aporte inicial.

Através da campanha de crowdfunding, é possível saber se um determinado serviço ou produto fará sucesso entre os consumidores. Muitas empresas, inclusive, já utilizam o financiamento coletivo para analisar itens como:

  • comportamento do consumidor: quantos acessos, compartilhamentos, em qual canal minha campanha obteve melhor desempenho?
  • preferências: variações de produtos e quais obtêm melhor aceitação.
  • e também logística: quantos itens posso produzir sem haver desperdício?

Empresário construindo sua startup

Em apenas 1 ou 2 meses, já é possível avaliar os itens acima e chegar à conclusão se você deve ou não seguir em frente com o seu projeto, se deve fazer alterações ou simplesmente desistir da ideia.

Facilidade no uso do crowdfunding

Outro fator é a simplicidade e a desburocratização no uso de uma plataforma de crowdfunding, visto que, para apresentar a sua ideia a um investidor, é necessário montar um plano de negócios bem estruturado, pensar em diversas variáveis sobre o seu negócio e convencê-lo. Já com crowdfunding, o empresário precisa somente escrever o texto da campanha – defendendo o seu projeto e explicando porque precisa do dinheiro – e criar recompensas atrativas – que podem a pré venda do próprio produto que ele quer lançar no mercado!

Recentemente, em entrevista ao Jornal O Globo, Andrew Pedro, um dos três fundadores da Veggiebox – empresa que produz kits de produtos cosméticos voltados para veganos -, contou que não tinham como financiar o projeto, se não recorressem à uma plataforma de crowdfunding. Segundo ele, a ideia não chamou a atenção de investidores do setor, mas fez sucesso entre o público alvo. Para o empresário, o modelo é uma forma não só de levantar a ideia, mas também de testar se a ideia faz realmente sentido. Agora, eles pretendem usar a campanha de crowdfunding como vitrine, para buscar investidores maiores e continuar o processo de produção.

As plataformas de crowdfunding também ajudam os empresários a compreender realmente o seu negócio para que eles possam apresentá-lo da melhor forma (sendo ainda mais convincentes e firmes) para capitalistas de risco, investidores anjo ou outro tipo de investidor.

Investidores estão de olho nas campanhas de crowdfunding

Outra característica atraente em plataformas de crowdfunding é o fato de que há dezenas – e por que não milhares – de investidores de olho nas campanhas lançadas, atentos ao comportamento dos usuários diante do produto ou serviço que você está oferecendo.

Investidores de startups de olho em campanhas de crowdfunding

Foi o que aconteceu com a campanha do Oculus VR, uma empresa de óculos virtual que iniciou suas atividades em 2012, na garagem de um dos sócios, viu no crowdfunding a possibilidade de finalmente lançar seu produto no mercado. A empresa foi capaz de levantar $ 2,4 milhão via crowdfunding – praticamente 10x o valor da sua meta inicial que era de $ 250 mil. Com este grande sucesso, foi possível entrar em contato com investidores para uma nova rodada de investimentos e arrecadaram $ 75 milhões. E mais, em 2014, de olho no mercado, o Facebook adquiriu a empresa por 2 bilhões e planeja expandir a área de atuação da Oculus VR e levá-lo para outras áreas de comunicação, mídia, entretenimento e educação – além da ideia inicial da empresa que era focar somente em games.

Lentamente, os investidores estão reconhecendo que crowdfunding pode ser uma ótima opção para avaliar se um produto ou serviço será aceito ou não pelo mercado e, enfim, investir ainda mais na empresa. Afinal, uma campanha de crowdfunding bem sucedida mostra não só que o mercado quer o seu produto, mas também que os criadores vieram para ficar!

shares